quinta-feira, 28 de julho de 2011

TOMBA UM GIGANTE DA FÉ

John Stott morreu ontem (27/7) aos 90 anos de idade, depois de complicações de saúde que vieram se agravando em sua saúde durante as suas últimas semanas.

O evangelista Billy Graham, amigo de Stott, que juntos idealizaram o famoso encontro para a evangelização do mundo o Lausanne na Suíça, disse em um comunicado que “O mundo evangélico perdeu um de seus maiores porta-vozes” e acrescentou “Eu perdi um de meus amigos pessoais e assessores. Estou ansioso para vê-lo novamente quando eu for para o céu”


 
John Stott, famoso pastor e teólogo, referência no ensino cristão e sermão expositivo em todo o mundo, morreu em casa dentro de uma comunidade para aposentados do clero anglicano no sudoeste da Inglaterra.

Seu ministério divulgou que Stott estava “cercado por diversos amigos que estavam lendo a Bíblia e ouvindo Messias de Handel, quando foi em paz para estar com seu Senhor e Salvador”.

Stott foi ordenado pastor anglicano em 1945, passou grande parte de sua vida na Igreja All Souls em Londres, até que em 2007 se aposentou. É autor de mais de 50 livros ao longo de sua caminhada com Cristo, entre eles sua obra "Cristianismo Básico" é considerado seu trabalho mais influente, publicado em 1958 foi traduzido para mais de 60 idiomas.




Um comentário:

Quem sou eu disse...

John Stott deixou um legado riquissimo, é uma perda enorme para a igreja nestes dias de tanta confusao, a voz de John Stott era firme, clara e profetica, nos veremos no Ceu.