quinta-feira, 1 de maio de 2008

OS CONGRESSOS DE LIDERANÇA NO BRASIL

O tema mais em voga nos dias atuais, dentro da igreja evangélica brasileira é "liderança". São centenas de eventos: congressos, conferências, seminários, workshops, palestras, cursos etc. Sempre muito concorridos, mesmo sendo alguns deles caros para os padrões de eventos evangélicos.

No momento, a bola da vez é o palestrante norte-americano Jonh Maxwell com seu projeto "Um Milhão de Líderes", já realizado em diversas cidades brasileiras. Seus livros já venderam mais de 11 milhões de cópias e seus seminários são verdadeiros sucessos, tanto em igrejas como em empresas seculares.

Até aí tudo bem, nada de errado! Realmente precisamos de mais líderes capacitados e que os atuais sejam melhor preparados, tanto intelectualmente como com técnicas e ferramentas facilitadoras para se atingir resultados mais positivos. Minha crítica aqui vai na direção do foco que está sendo dado nesses treinamentos, e da ausência de ênfase na tarefa principal da igreja, que é fazer missões.

As vezes fico com a impressão que há um interesse velado de ser líder pelo status que isso oferece, ser líder pela liderança em sí, deixar de ser subalterno dentro do grupo que se pertence. E a culpa não é só dos participantes, mas também dos palestrantes que colocam o tema "liderança cristã" como um projeto de carreira profissional, da mesma forma como ocorre dentro das empresas, o sonho de se chegar no topo, ser o CEO (CEO – Chief Executive Officer) da igreja e da sua denominação.

Tenho analisado os temas das programações e vejo que passam por tudo: propaganda e marketing, uso da tecnologia, mídia e comunicação, relacionamento e influência etc. Nunca se fala do desafio, digno de qualquer líder responsável, que é a necessidade de se alcançar os povos ainda não evangelizados, nunca se fala em santidade etc. E quando se usa a Bíblia usa-se no primeiro sentido, num escandaloso erro de hermenêutica e desrespeito pela Palavra de Deus. Quem nunca ouviu esses palestrantes dizerem que Habacuque na passagem de 2:2,3 se referia ao outdoor; sobre as técnicas que Jesus usava para influência as pessoas, como naquele episódio que pegou crianças no colo, ganhando assim a simpatia do povo, como fazem hoje os políticos em campanhas, enfim, são muitos os abusos. Nesses eventos Jesus deixa de ser salvador para ser um executivo que tinha um grande projeto comercial, que tecnicamente foi fundar a maior religião do mundo.

Irmão, não nos deixemos enganar! Se a nossa missão no mundo estiver desvilculada daquela que disse Judas 23, que é salvar alguns da grande ira divina, teremos sido mais uma religião, cegos guiando outros cegos. Que esses novos líderes entendam e sintam o que Paulo sentia: "...eu sinto dores de parto até que Cristo seja formado em vós" (Gl 4:19).

Missões triunfará! (Ap 7:9).

9 comentários:

Michele disse...

A paz Jamierson... Vi seu blog! Vc regou uma sementinha que a tempo atras vc mesmo plantou no "Crescendo na Fé"! Que Deus continue usando sua vida para plantar e regar sementinhas... E aproveitarei este FDS para refletir no que fizemos esta semana. Abraços e a Paz do Senhor!

Pastor Eguinaldo Hélio disse...

Jamierson

Parabéns pela exortação! Precisamos de pessoas que aprendam a olhar as coisas com outros olhos, que não se deixem influenciar pela maioria e sim pela mais poderosa Minoria do universo - DEUS - que nos deu sua Eterna Palavra

David Botelho disse...

Querido jornalista e amigo Jamierson. Louvo a Deus por sua vida e ministério. Após ler o seu último artigo sobre liderança confesso que vejo que o Senhor o está levantando como um profeta de coragem. Realmente qualquer curso que elaborarmos temos que destacar as características positivas do Mestre, mas nunca sem esquecer que Ele é Salvador e Senhor. Meus parabéns pela coragem de comentar sobre o curso e comentar a necessidade de complementar as características que definem o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Gostaria de acrescentar que muitos palestrantes tem resgatado a característica de Jesus como líder, mas poucos tem atentado que a Bíblia que é o guia do Cristão é também um guia de administração financeira, isto é, para os recursos do cristão sejam direcionados para a expansão do evangelho entre todos os povos, tribos, línguas e nações.

De seu amigo que tanto o admira,

Gutierres Siqueira, 19 anos disse...

Irmão Jarmielson, parabéns pelo Blog. A abordagem missiológica é muito importante para a igreja atual. Coloquei um link “Missio Dei, missio ecclesiae, minha missão” no meu blog.
Um abraço do ouvinte assíduo do programa “Crescendo na FÉ”


Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogspot.com

Pavarini disse...

Jamierson querido,

Aproveitei a visita a visita p/ incluir seu blog na minha lista de links! =]

Big abraço

[C.R.I.S] disse...

Penso que o papel da igreja no mundo tem sido distorcido ao longo de sua história. Deus projetou a igreja para ser o único farol brilhando nas trevas que envolvem este mundo, mas o que vemos hoje é a igreja fora desta posição brilhando fracamente junto com outras instituições e oferecendo Jesus como apenas mais uma opção para satisfazer os prazeres egoístas dos seres humanos. Precisamos urgentemente voltar à verdadeira posição na qual Deus nos colocou. Se existe algo do qual nós, como parte do Corpo de Cristo, não podemos fugir é Missões.

Thais Barrinha disse...

A Paz do Senhor irmão Jamierson! Vim parabenizar-lhe pelo Blog e pelo(s) post(s). Creio sim que o que precisamos (nós, "ditos" protestantes), é de uma injeção de REALISMO! A questão "qual tem sido nosso foco", tem de ser mais abordada (como o sr. faz) pois pouco a pouco estamos perdendo (ou já perdemos) a noção de qual é nossa função aqui.
Fique na Santa Paz e conte com nosso apoio.

igor disse...

na verdade o interesse da grande maioria dos lideres de hoje,não fazem parte do interesse de Deus,continue jamierson na caminhAda missionaria,por que tu és referncial,que os desafios de Deus sejam os nossosdesafios,graça e paz..

lucia retalhos disse...

querido irmao A PAZ DO SENHOR ESTEJA CONTIGO os assuntos deste blog sao interesantiçimo uma boas mesmo mesmo um abraço Irmao porque o programa nao esta mais no ar sinto muita falta fica diferente o dia falta um pedaço do dia obrigado