terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

CAMINHO PARA A ÍNDIA

Com a nova novela global "Caminho das Índias", tem crescido no Brasil um movimento em favor de um boicote ao programa, em protesto ao excesso da manisfestação da cultura hinduísta. Balela! Já vimos isso quando ia ao ar às 21h a bem sucedida novela "O Clone", carregada de cultura árabe/islâmica.

"O Clone" acabou, o Brasil continua católico, e quase ninguém usa o corão como livro sagrado. As conversões ao islamismo são mais fruto das ações sociais nas mesquitas e a decepção da classe E e D, marginalizada e que não encontra mais nas igrejas cristãs uma resposta aos seus anceios. (veja meu artigo: "O islã e os jovens pobres de SP").

Melhor que um boicote, atitude que pode gerar preconceito contra os indianos, seria orar pelas nações, inclusive em favor dos hindus: "Pede-me e eu darei as nações por herança os confins da terra por tua possessão" (Sl 2:8). Outra boa idéia, seria assistir a novela não como telespectador passivo, mas aprendendo sobre a cultura indiana para possivelmente servir como missionário entre esse povo ainda não alcançado.

Como editor da revista POVOS (www.revistapovos.com.br) e com grande proximidade junto as nossas igrejas, conheço como os crentes brasileiros são alienados quanto as diferentes culturas do mundo, ignorância que interfere na consciência de urgência de missões. Por isso creio "Caminho das Índias" pode ser uma rica oportunidade de sabermos como os povos carecem da luz do Evangelho!

Quem sabe vendo a triste realidade das castas, o sofrimento daquele povo juntos as margens do rio Ganges, os milhares de templos aos deuses falsos, a pobreza de milhões, enfim; a gente entenda que precisamos fazer Jesus conhecido nesta nação, classificada em 22º lugar no ranking de perseguição aos cristãos.

OBS: Esta foto mostra indiano casando-se com sua cachorra. Caso não raro na Índia sem Jesus!

Nenhum comentário: